domingo, 10 de dezembro de 2017

☜♡☞ ...SOBRE O AMOR... ☜♡☞


O amor não é uma moeda de troca.

Não o podeis utilizar para adquirir a felicidade,
ou a segurança; e nem para realizar os vossos sonhos.
Porque o amor é, ele próprio, um sonho;
e não existe, senão enquanto o sonhais.

O amor é o caminho pelo qual passeais
entre os jardins da felicidade;
e é apenas durante estes passeios,
que podeis admirar a beleza das suas flores e
sentir os seus doces aromas.

Não vos enganeis, porém,
acreditando que neles possais estar todo o tempo.
A felicidade não é deste mundo;
é como uma aragem encantada,
que por vezes perpassa em vossas almas
.
O amor não pode ser visto como um meio; ou,
tampouco, como um fim.
Ele não é o bilhete da passagem, nem o local da chegada.
Ele é a própria viagem, com seus percalços e encantos.

Esta é uma verdade que necessitais aprender.
O amor é a sua própria recompensa;
nada vos trará,
além da felicidade de que desfrutais durante
os momentos em que ele vos preenche.

O amor não é o mensageiro da felicidade ou do sofrimento.
Ele é um dos aposentos da Mansão da Eternidade,
onde sofrimento e felicidade estão;
e vos cabe escolher entre os dois.

E eu vos asseguro que nada tendes a ganhar com o amor,
senão o próprio enlevo de vivê-lo.
Outras recompensas ele não vos trará e
nada existe que ele vos possa garantir para o futuro.

Porque o amor é o incenso do Universo; e,
como a todo incenso acontece,
o que dele podeis desfrutar é o suave encanto em que
a sua fumaça perfumada envolve os vossos corações.

Do amor nada podeis esperar,
senão a sua própria magia; e, contudo,
se lhe abrirdes as vossas almas,
ele vos levará por paisagens lindas,
que não conheceríeis sem tê-lo como guia.

Sede, portanto, gratos ao amor.
E sabei que jamais será perdido o tempo
que a ele consagrardes;
ele vos traz os maiores sonhos,
os mais intensos prazeres e os mais doces sorrisos.

É em vossos corações, e não em vossas mentes,
que o amor pode reinar soberano;
e não deveis esperar outras recompensas,
além de dar-lhe as mãos e
voar com ele em meio às nuvens.

Quando realmente amais,
ainda que o amor se vá não deixará em vós
um travo amargo de frustração,
ou arrependimento; mas doces lembranças,
que vos farão sorrir em meio à saudade.

Pois, se após uma separação só vos restar a sensação de mágoa,
de haverdes desperdiçado um tempo em que
outras coisas poderíeis ter feito,
não foi a voz do amor que ouvistes.

Apenas vos deixastes iludir
pelas vozes das vossas esperanças.

__HASSAN__

☜♡☞...☜♡☞

☜♡☞...☜♡☞

Nenhum comentário:

Postar um comentário